Psicólogo ou Psiquiatra: principais diferenças

Published by Dr. Lucas Fortaleza - Psiquiatra on

1 min

  • Psiquiatra é um(a) médico(a) especialista em Psiquiatria e costuma focar mais em tratamento com remédios psiquiátricos. Psicólogo(a) é profissional formado(a) em Psicologia e costuma focar mais em sessões semanais de psicoterapia.

  • Existem vários tipos ou abordagens diferentes de psicoterapia. São alguns exemplos: psicanálise, terapia cognitivo-comportamental, terapias humanistas. A psicoterapia é um processo cujos resultados dependem de características do(a) paciente (como personalidade, história de vida e queixas atuais) e do(a) terapeuta (como personalidade, abordagem e experiência). A interação entre esses fatores é determinante para o vínculo entre os dois indivíduos e a satisfação com o tratamento.

  • No acompanhamento com psiquiatra, que geralmente é mensal, tais variáveis também podem influenciar nos resultados. Além de questões específicas envolvendo a relação entre o remédio prescrito, o organismo da pessoa e o seu transtorno mental.

  • Frequentemente quadros leves de depressão, ansiedade, estresse ou outros problemas psicológicos podem ser controlados ou resolvidos sem a necessidade do uso de medicamentos, sendo a principal forma de tratamento recomendada a psicoterapia. Coisas que também podem ajudar incluem atividade física regular, meditação (especialmente um tipo chamado de mindfulness), boa qualidade de sono, entre outras medidas.

  • Quanto mais graves, mais forte é a recomendação para buscar consulta com médico psiquiatra. Apesar de, por motivos diversos, as pessoas por vezes receberem apenas um dos tratamentos, normalmente o ideal seria a combinação de tratamentos não farmacológicos (em especial psicoterapia) com os farmacológicos (medicação psiquiátrica). Considere buscar consulta com psicólogo(a) ou implementar outras estratégias não farmacológicas independentemente da gravidade dos sintomas.