Medicamento: Lítio

Published by Dr. Lucas Fortaleza - Psiquiatra on

1 min

  • Carbonato de Lítio
    • Indicações: transtorno bipolar, transtorno depressivo, transtorno de controle de impulsos, entre outros
    • Marcas: Carbolitium®, Carlit®, etc.

  • Várias medicações podem aumentar os níveis do Lítio, o que pode ser perigoso. Caso apresente dor, tome Dipirona ou Paracetamol (evite anti-inflamatórios, como Diclofenaco, Ibuprofeno, etc.). Outros medicamentos (como os que são usados para tratar Hipertensão) também têm o mesmo efeito, então avise avise ao seu médico se for iniciar alguma medicação nova.

  • Para que o nível sanguíneo do Lítio seja adequado, é recomendado:
    • Ingerir mais de 1 litro de água por dia
    • Diminuir ingestão de café, chá, refrigerantes, erva-mate, álcool

  • Mantenha uma boa higiene bucal e dentária, pois o Lítio pode aumentar a ocorrência de cáries.
  • É importante que você tenha uma dieta balanceada e realize atividade física regular, para prevenir o ganho de peso.
  • Você terá que alguns realizar exames regularmente, para garantir a segurança e a eficácia do tratamento.

  • O Lítio pode dar vários efeitos colaterais (ex: tremores, náuseas, aumento da diurese). Muitos diminuem com o tempo, já em outros é necessário fazer algo a respeito. Portanto, se surgir um sintoma novo, comunique ao profissional que o(a) acompanha.

  • Apesar de todos esses cuidados que se deve ter e dos efeitos colaterais que ele pode causar, o Lítio tem muitas vantagens. É uma das medicações mais eficazes para potencializar a ação de antidepressivos na Depressão Unipolar. É uma das medicações com mais evidências científicas para o tratamento do Transtorno Bipolar, foi a 1ª droga a ser aprovada como “Estabilizadora do Humor”, sendo até hoje a primeira escolha para todas as fases da doença.